3 dicas para empreender em 2018

Você está pronto para empreender em 2018? O início de um novo ano é excelente motivador para executar novos planos e realizar sonhos. A economia brasileira vem dando sinais de recuperação desde o segundo semestre de 2017 e isso pode ser o estalo que faltava para você começar um negócio próprio.

Com o sentimento de crise se desfazendo em meio a tais sinais positivos, é hora de tirar da gaveta aquele investimento reprimido por medo e insegurança.

Seja para realizar o desejo de ter o próprio negócio ou para fugir da taxa de desemprego, o brasileiro está em busca de modelos de negócios que requerem investimentos mais baixos. Mas, por vontade ou necessidade, os passos para empreender são os mesmos: muita pesquisa, estudo e atenção na hora de escolher em que setor investir seu dinheiro. Por isso, listamos 3 dicas imperdíveis para você empreender em 2018 de maneira assertiva:

3-dicas-para-empreender-em-2018

Investigue antes de investir

A primeira coisa a se saber para empreender em 2018 com sucesso é: empreender é correr riscos, então esteja preparado! Antes de dar qualquer passo faça uma autoanálise e identifique o seu perfil. Entenda o que você sabe e gosta de fazer. Explore as possibilidades do mercado que você pretende investir.

Conhecer a fundo o perfil do seu público-alvo é imprescindível para identificar o que de diferente você pode fazer por ele. Proponha-se a ser um especialista naquilo que você quer fazer, pois a concorrência está em tudo e quanto menor for a inovação, maior é a concorrência.

Nada começa antes de um plano de negócios

Se você está decidido a empreender em 2018 você precisa de um plano de negócio estruturado! Ter uma visão estratégica de como será a operação e definir a forma de atuação em relação a concorrentes e clientes é indispensável. Com um plano de negócios você também terá projeções financeiras que vão desde o capital inicial de investimento ao tempo previsto para o retorno.

Considere empreender com franquias

Apesar da crise, o setor de franchising vem crescendo cerca de 8% ao ano nos últimos três anos. A própria crise gera demissões ou insegurança, o que leva as pessoas a buscar algo que tenha mais garantia de estabilidade.

As franquias apresentam um índice de quebra ou fechamento menor do que negócios próprios. Entre os diferenciais das franquias estão o fato de elas já oferecem um modelo de negócio pronto, que já foi testado e validado, e também já oferecem uma marca conhecida pelo público.

Gostou das dicas? Ainda tem dúvidas sobre como começar a empreender em 2018? Temos um e-book totalmente gratuito que pode te ajudar. Clique aqui e descubra quais os maiores desafios dos empreendedores e como superá-los.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *